Pistoleiros matam pelo menos 24 na igreja em Burkina Faso

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


OUAGADOUGOU, Burkina Faso – Homens armados mataram pelo menos 24 pessoas, incluindo um pastor, em um ataque a uma igreja durante a missa de domingo no noroeste de Burkina Faso, disseram quatro fontes de segurança na segunda-feira.

Não ficou claro imediatamente quem foi o responsável pelo ataque, mas grupos jihadistas com ligações à Al Qaeda e ao Estado Islâmico estão tentando obter controle sobre as áreas rurais de Burkina Faso, exacerbando os conflitos étnicos e religiosos.

Centenas de pessoas morreram no ano passado e mais de meio milhão fugiram de suas casas.

O momento do tiroteio, durante um culto na igreja de Pansi, na região de Yagha, reflete outros ataques recentes a cristãos, incluindo ataques a igrejas e assassinatos de pastores e padres.

A violência ameaça comprometer as relações pacíficas no Burkina Faso entre a maioria da população muçulmana e os cristãos, que representam até um quarto da população do país.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Assaltantes armados “atacaram os moradores pacíficos desta área depois de identificá-los e separá-los dos não-residentes”, disse o governo em comunicado nesta segunda-feira.

Oito pessoas ficaram feridas no ataque e um número desconhecido foi seqüestrado, disse o governo, acrescentando que um pastor estava entre os mortos. A declaração não indicava que o ataque ocorreu em uma igreja durante a missa.

Os muçulmanos também foram os alvos da violência no ano passado. Em outubro, homens armados invadiram uma mesquita durante a Oração de Sexta-feira e mataram 15 pessoas.

Os ataques de grupos jihadistas surgiram no ano passado em Burkina Faso e em toda a região do Sahel, uma extensão árida de matagal ao sul do Saara.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *