Fuminho: Um dos criminosos mais procurados do Brasil preso em Moçambique

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


Imagem mostra cena de rua em Maputo, Moçambique

Direitos autorais da imagem
Getty Images

Legenda da imagem

Gilberto Aparecido dos Santos foi preso em uma operação internacional em Maputo (imagem do arquivo)

Um dos criminosos mais procurados do Brasil foi preso em Moçambique depois de passar mais de duas décadas fugindo, segundo autoridades.

Gilberto Aparecido dos Santos, conhecido como Fuminho, é acusado de conduzir operações de tráfico de drogas para uma das gangues mais poderosas do Brasil.

O homem de 49 anos foi preso na capital de Moçambique, Maputo, na segunda-feira, em uma operação internacional.

Foi realizado pela Interpol, oficiais de drogas dos EUA e polícia federal brasileira.

Fuminho, um suposto líder da gangue de drogas do Primeiro Comando da Capital (PCC) de São Paulo, é acusado de transportar toneladas de cocaína ao redor do mundo.

“O prisioneiro era considerado o maior fornecedor de cocaína para uma gangue que opera em todo o Brasil, além de ser responsável pelo envio de toneladas da droga para vários países”, afirmou um comunicado da polícia brasileira.

Fuminho foi preso no Montebelo Indy, um hotel de luxo em Maputo, junto com dois nigerianos, disseram autoridades em Moçambique.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Ele chegou ao país do sul da África em meados de março, disse o porta-voz da polícia Leonardo Simbine a repórteres na terça-feira.

“Ainda estamos investigando se há outros membros de gangues em Moçambique”, acrescentou. “Ele não opera sozinho, faz parte de uma gangue”.

A polícia apreendeu um passaporte brasileiro falso, uma quantidade de maconha, mais de uma dúzia de telefones celulares e um carro durante a operação.

Fuminho também foi acusado de supostamente financiar uma conspiração para libertar o líder do PCC, Marcos Willians Herbas Camacho, da prisão.

Camacho, conhecido como Marcola, cumpre pena de mais de 200 anos em uma prisão federal de segurança máxima na capital brasileira, Brasília.

Fuminho: Um dos criminosos mais procurados do Brasil preso em Moçambique 1

A reprodução de mídia não é suportada no seu dispositivo

Legenda da mídiaAcredita-se que a gangue do PCC esteja por trás de grande parte da violência nas prisões do Brasil

Ainda não está claro se Fuminho será extraditado para o Brasil para julgamento.

Acredita-se que o PCC seja a maior e mais poderosa quadrilha de traficantes do país.

Está em guerra com o Comando Vermelho (Comando Vermelho), do Rio de Janeiro, desde 2016, quando encerraram uma relação de trabalho desagradável depois que o PCC se mudou para se infiltrar nas rotas de contrabando de drogas controladas pelo Comando Vermelho.

A briga se espalhou para as prisões em todo o país, onde membros das gangues rivais são mantidos.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br
Leia Também  Pandemia é como um 'raio-X' revelando desigualdade, afirma o secretário-geral da ONU

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *