Caminhada – Conclusão e aceitação (técnica de Alexander, postura, dor, tensão e lesões) (Albuquerque)

Caminhada – Conclusão e aceitação (técnica de Alexander, postura, dor, tensão e lesões) (Albuquerque)


Este e-livro, Uma abordagem técnica da Alexander para caminhar sem esforço, é publicado em formato PDF. É muito detalhado e prático e fornecerá as ferramentas físicas necessárias para reduzir os limites de sua capacidade de criar a técnica de caminhada desejada sem sacrificar o corpo.
Este ebook também está à venda em todos os sites da AMAZON em um formato KINDLE.
Localizado em Albuquerque, Novo México, EUA (TERAPIA DE MOVIMENTO)

Recentemente, fiz uma aula por telefone da Alexander Technique com um extraordinário trompete. Ele estava querendo saber o que fazer nos próximos dois meses, em termos do que praticar e quais deveriam ser seus objetivos. Isso ocorre durante o Coronavírus e ele não está se apresentando no momento.

Eu instantaneamente disse que seu objetivo deveria ser a conclusão de tudo o que estivemos trabalhando neste último ano em nossas aulas de técnica da ALEXANDER.

O que isso significava?

Significa que é hora de ele internalizar uma técnica e aceitação dessa técnica, poder jogar consistentemente com uma técnica sem esforço e não causar danos ao seu corpo, e usá-la a maior parte do tempo.

Músicos, especialmente, e outros, como golfistas, podem ficar presos em um ciclo de aprimoramento. Isso significa que eles têm um objetivo de quão bom eles querem ser, MAS NÃO ESTÃO DANDO OS PASSOS PARA ALCANÇAR SEU OBJETIVO, E CONTINUAM A EXECUTAR OU CONCORRER AO ALCANÇAR UM OBJETIVO CLARO.

Entendo que somos trabalhos em andamento, mas deve haver um ponto em que o músico ou atleta vê o que precisa ser feito. Ele ou ela faz isso e aceita que agora eles são bons o suficiente para si e para o cenário mundial.

É extremamente fácil para o músico praticante ou atleta de treinamento se envolver na busca de uma meta concreta, e não perceber que a luta substituiu a chegada à meta concreta.

O que está acontecendo é que o músico ou atleta geralmente, semiconsciente ou inconscientemente, continua coletando evidências de que não alcançou seu objetivo, porque não pode fazer certas coisas facilmente no esporte ou no instrumento.

Nesse ponto, a insatisfação com o quão bom você é no nível semi-consciente ou inconsciente se torna uma maneira permanente de ser. O que eu quero dizer?

SIGNIFICA QUE O EXEMPLO MUSICAL OU O ATLETA ESTÃO APRENDIDOS COM UMA MELHOR DISSATISFAÇÃO COM SUA MELHORIA, RECOLHENDO EVIDÊNCIAS DE QUE NÃO SÃO BOM.

E ELES DEVEM ESTAR DESAPONTADOS, PORQUE NÃO ESTÃO DANDO OS PASSOS PARA RESOLVER SUAS DEFICIÊNCIAS TÉCNICAS E CONTINUAR COM SUAS CARREIRAS!

Voltando ao início deste ensaio e à minha sessão de Alexander com o trompete, ficou claro que ele sabia o que precisava dominar melhor o trompete do que eu, já que ele é o trompete. Por que ele não tinha?

Ele alcançou um nível de consciência em suas jogadas e técnicas, para que ele pudesse criar as etapas necessárias para deixar de ser um jogador extraordinário para um jogador incrível. Novamente, por que ele não tinha?

Porque inconscientemente ele não aceitou o que havia feito, foi ensinado a fazer para se tornar um bom tocador de trombetas, não trabalhava mais. Ele funcionou, mas não estava mais funcionando, porque se baseava em uma prática infindável, cansativa e cansativa para um objetivo que nem mesmo seu professor de trompete acreditava ser atingível.

Muitos músicos de performance e atletas de treinamento acreditam que ter um objetivo inatingível é o necessário para ser o melhor em seu esporte ou instrumento.

Tentando alcançar ”são as palavras-chave aqui. Por definição, você nunca pode alcançar uma meta inatingível.

MAS VOCÊ PODE ALCANÇAR UM OBJETIVO ATTAINÁVEL, E SERIA UM ATO EXTREMO DE AUTO-AMORTECEDOR ESTABELECER UM OBJETIVO DE GRANDE EXTRAORDINÁRIA E TOMAR AS MEDIDAS PARA ALCANÇÁ-LO. ALCANCE E CONTINUE COMPETINDO OU EXECUTANDO E VIVENDO.

Após um AVC – Conclusão e Aceitação (Técnica de Alexander, Postura, Dor, Esforço, Lesões) (Albuquerque)

Após um AVC – Conclusão e Aceitação (Técnica de Alexander, Postura, Dor, Esforço, Lesões) (Albuquerque)


Este e-livro, Usando a técnica Alexander para se mover melhor após um acidente vascular cerebral do que você fez antes do acidente vascular cerebral, é publicado em formato PDF. Ele entra em detalhes extraordinários para ajudar aqueles que tiveram um derrame a se mover, assim como costumam se mover ou até melhor.
Este ebook também está à venda em todos os sites da AMAZON em um formato KINDLE.
Localizado em Albuquerque, Novo México, EUA (TERAPIA DE MOVIMENTO)

Recentemente, fiz uma aula por telefone da Alexander Technique com um extraordinário trompete. Ele estava querendo saber o que fazer nos próximos dois meses, em termos do que praticar e quais deveriam ser seus objetivos. Isso ocorre durante o Coronavírus e ele não está se apresentando no momento.

Eu instantaneamente disse que seu objetivo deveria ser a conclusão de tudo o que estivemos trabalhando neste último ano em nossas aulas de técnica da ALEXANDER.

O que isso significava?

Significa que é hora de ele internalizar uma técnica e aceitação dessa técnica, poder jogar consistentemente com uma técnica sem esforço e não causar danos ao seu corpo, e usá-la a maior parte do tempo.

Músicos, especialmente, e outros, como golfistas, podem ficar presos em um ciclo de aprimoramento. Isso significa que eles têm um objetivo de quão bom eles querem ser, MAS NÃO ESTÃO DANDO OS PASSOS PARA ALCANÇAR SEU OBJETIVO, E CONTINUAM A EXECUTAR OU CONCORRER AO ALCANÇAR UM OBJETIVO CLARO.

Entendo que somos trabalhos em andamento, mas deve haver um ponto em que o músico ou atleta vê o que precisa ser feito. Ele ou ela faz isso e aceita que agora eles são bons o suficiente para si e para o cenário mundial.

É extremamente fácil para o músico praticante ou atleta de treinamento se envolver na busca de uma meta concreta, e não perceber que a luta substituiu a chegada à meta concreta.

O que está acontecendo é que o músico ou atleta geralmente, semiconsciente ou inconscientemente, continua coletando evidências de que não alcançou seu objetivo, porque não pode fazer certas coisas facilmente no esporte ou no instrumento.

Nesse ponto, a insatisfação com o quão bom você é no nível semi-consciente ou inconsciente se torna uma maneira permanente de ser. O que eu quero dizer?

SIGNIFICA QUE O EXEMPLO MUSICAL OU O ATLETA ESTÃO APRENDIDOS COM UMA MELHOR DISSATISFAÇÃO COM SUA MELHORIA, RECOLHENDO EVIDÊNCIAS DE QUE NÃO SÃO BOM.

E ELES DEVEM ESTAR DESAPONTADOS, PORQUE NÃO ESTÃO DANDO OS PASSOS PARA RESOLVER SUAS DEFICIÊNCIAS TÉCNICAS E CONTINUAR COM SUAS CARREIRAS!

Voltando ao início deste ensaio e à minha sessão de Alexander com o trompete, ficou claro que ele sabia o que precisava dominar melhor o trompete do que eu, já que ele é o trompete. Por que ele não tinha?

Ele alcançou um nível de consciência em suas jogadas e técnicas, para que ele pudesse criar as etapas necessárias para deixar de ser um jogador extraordinário para um jogador incrível. Novamente, por que ele não tinha?

Porque inconscientemente ele não aceitou o que havia feito, foi ensinado a fazer para se tornar um bom tocador de trombetas, não trabalhava mais. Ele funcionou, mas não estava mais funcionando, porque se baseava em uma prática infindável, cansativa e cansativa para um objetivo que nem mesmo seu professor de trompete acreditava ser atingível.

Muitos músicos de performance e atletas de treinamento acreditam que ter um objetivo inatingível é o necessário para ser o melhor em seu esporte ou instrumento.

Tentando alcançar ”são as palavras-chave aqui. Por definição, você nunca pode alcançar uma meta inatingível.

MAS VOCÊ PODE ALCANÇAR UM OBJETIVO ATTAINÁVEL, E SERIA UM ATO EXTREMO DE AUTO-AMORTECEDOR ESTABELECER UM OBJETIVO DE GRANDE EXTRAORDINÁRIA E TOMAR AS MEDIDAS PARA ALCANÇÁ-LO. ALCANCE E CONTINUE COMPETINDO OU EXECUTANDO E VIVENDO.

Futebol – Conclusão e Aceitação (Técnica de Alexander, Postura, Dor, Esforço, Lesões) (Albuquerque)

Futebol – Conclusão e Aceitação (Técnica de Alexander, Postura, Dor, Esforço, Lesões) (Albuquerque)


Este e-livro, Uma abordagem da técnica da Alexander no futebol, é publicado em formato PDF. É muito detalhado e prático e fornecerá as ferramentas físicas necessárias para você tirar os limites de sua capacidade de jogar com facilidade, força, sem dor e com precisão, sem desgastar os quadris e os joelhos.
Este ebook também está à venda em todos os sites da AMAZON em um formato KINDLE.
Localizado em Albuquerque, Novo México, EUA (TERAPIA DE MOVIMENTO)

Recentemente, fiz uma aula por telefone da Alexander Technique com um extraordinário trompete. Ele estava querendo saber o que fazer nos próximos dois meses, em termos do que praticar e quais deveriam ser seus objetivos. Isso ocorre durante o Coronavírus e ele não está se apresentando no momento.

Eu instantaneamente disse que seu objetivo deveria ser a conclusão de tudo o que estivemos trabalhando neste último ano em nossas aulas de técnica da ALEXANDER.

O que isso significava?

Significa que é hora de ele internalizar uma técnica e aceitação dessa técnica, poder jogar consistentemente com uma técnica sem esforço e não causar danos ao seu corpo, e usá-la a maior parte do tempo.

Músicos, especialmente, e outros, como golfistas, podem ficar presos em um ciclo de aprimoramento. Isso significa que eles têm um objetivo de quão bom eles querem ser, MAS NÃO ESTÃO DANDO OS PASSOS PARA ALCANÇAR SEU OBJETIVO, E CONTINUAM A EXECUTAR OU CONCORRER AO ALCANÇAR UM OBJETIVO CLARO.

Entendo que somos trabalhos em andamento, mas deve haver um ponto em que o músico ou atleta vê o que precisa ser feito. Ele ou ela faz isso e aceita que agora eles são bons o suficiente para si e para o cenário mundial.

É extremamente fácil para o músico praticante ou atleta de treinamento se envolver na busca de uma meta concreta, e não perceber que a luta substituiu a chegada à meta concreta.

O que está acontecendo é que o músico ou atleta geralmente, semiconsciente ou inconscientemente, continua coletando evidências de que não alcançou seu objetivo, porque não pode fazer certas coisas facilmente no esporte ou no instrumento.

Nesse ponto, a insatisfação com o quão bom você é no nível semi-consciente ou inconsciente se torna uma maneira permanente de ser. O que eu quero dizer?

SIGNIFICA QUE O EXEMPLO MUSICAL OU O ATLETA ESTÃO APRENDIDOS COM UMA MELHOR DISSATISFAÇÃO COM SUA MELHORIA, RECOLHENDO EVIDÊNCIAS DE QUE NÃO SÃO BOM.

E ELES DEVEM ESTAR DESAPONTADOS, PORQUE NÃO ESTÃO DANDO OS PASSOS PARA RESOLVER SUAS DEFICIÊNCIAS TÉCNICAS E CONTINUAR COM SUAS CARREIRAS!

Voltando ao início deste ensaio e à minha sessão de Alexander com o trompete, ficou claro que ele sabia o que precisava dominar melhor o trompete do que eu, já que ele é o trompete. Por que ele não tinha?

Ele alcançou um nível de consciência em suas jogadas e técnicas, para que ele pudesse criar as etapas necessárias para deixar de ser um jogador extraordinário para um jogador incrível. Novamente, por que ele não tinha?

Porque inconscientemente ele não aceitou o que havia feito, foi ensinado a fazer para se tornar um bom tocador de trombetas, não trabalhava mais. Ele funcionou, mas não estava mais funcionando, porque se baseava em uma prática infindável, cansativa e cansativa para um objetivo que nem mesmo seu professor de trompete acreditava ser atingível.

Muitos músicos de performance e atletas de treinamento acreditam que ter um objetivo inatingível é o necessário para ser o melhor em seu esporte ou instrumento.

Tentando alcançar ”são as palavras-chave aqui. Por definição, você nunca pode alcançar uma meta inatingível.

MAS VOCÊ PODE ALCANÇAR UM OBJETIVO ATTAINÁVEL, E SERIA UM ATO EXTREMO DE AUTO-AMORTECEDOR ESTABELECER UM OBJETIVO DE GRANDE EXTRAORDINÁRIA E TOMAR AS MEDIDAS PARA ALCANÇÁ-LO. ALCANCE E CONTINUE COMPETINDO OU EXECUTANDO E VIVENDO.

Doença de Parkinson e Esclerose Múltipla – Conclusão e Aceitação (Técnica de Alexander, Postura, Dor, Esforço, Lesões) (Albuquerque)

Doença de Parkinson e Esclerose Múltipla – Conclusão e Aceitação (Técnica de Alexander, Postura, Dor, Esforço, Lesões) (Albuquerque)


Este e-livro, Uma abordagem da técnica de Alexander para a doença de Parkinson e esclerose múltipla, é publicado em formato PDF. Ele entra em detalhes extraordinários para ajudar as pessoas com Doença de Parkinson e Esclerose Múltipla a se moverem com maior facilidade e coordenação.
Este ebook também está à venda em todos os sites da AMAZON em um formato KINDLE.
Localizado em Albuquerque, Novo México, EUA (TERAPIA DE MOVIMENTO)

Recentemente, fiz uma aula por telefone da Alexander Technique com um extraordinário trompete. Ele queria saber o que fazer nos próximos dois meses, em termos do que praticar e quais devem ser seus objetivos. Isso ocorre durante o Coronavírus e ele não está se apresentando no momento.

Eu instantaneamente disse que seu objetivo deveria ser a conclusão de tudo o que estivemos trabalhando neste último ano em nossas aulas de técnica da ALEXANDER.

O que isso significava?

Significa que é hora de ele internalizar uma técnica e a aceitação dessa técnica, poder jogar consistentemente com uma técnica sem esforço e não causar danos ao seu corpo, e usá-la a maior parte do tempo.

Músicos, especialmente, e outros, como golfistas, podem ficar presos em um ciclo de aprimoramento. Isso significa que eles têm um objetivo de quão bom eles querem ser, MAS NÃO ESTÃO DANDO OS PASSOS PARA ALCANÇAR SEU OBJETIVO, E CONTINUAM A REALIZAR OU CONCORRER AO ALCANÇAR UM OBJETIVO CLARO.

Entendo que somos trabalhos em andamento, mas deve haver um ponto em que o músico ou atleta vê o que precisa ser feito. Ele ou ela faz isso e aceita que agora eles são bons o suficiente para si e para o cenário mundial.

É extremamente fácil para o músico praticante ou atleta de treinamento se envolver na busca de uma meta concreta, e não perceber que a luta substituiu a chegada à meta concreta.

O que está acontecendo é que o músico ou atleta geralmente, semiconsciente ou inconscientemente, continua coletando evidências de que não alcançou seu objetivo, porque não pode fazer certas coisas facilmente no esporte ou no instrumento.

Nesse ponto, a insatisfação com o quão bom você é no nível semi-consciente ou inconsciente se torna uma maneira permanente de ser. O que eu quero dizer?

SIGNIFICA QUE O EXEMPLO MUSICAL OU O ATLETA ESTÃO APRENDIDOS COM UMA MELHOR DISSATISFAÇÃO COM SUA MELHORIA, RECOLHENDO EVIDÊNCIAS DE QUE NÃO SÃO BOM.

E ELES DEVEM ESTAR DESAPONTADOS, PORQUE NÃO ESTÃO DANDO OS PASSOS PARA RESOLVER SUAS DEFICIÊNCIAS TÉCNICAS E CONTINUAR COM SUAS CARREIRAS!

Voltando ao início deste ensaio e à minha sessão de Alexander com o trompete, ficou claro que ele sabia o que precisava dominar melhor o trompete do que eu, já que ele é o trompete. Por que ele não tinha?

Ele alcançou um nível de consciência em suas jogadas e técnicas, para que ele pudesse criar as etapas necessárias para deixar de ser um jogador extraordinário para um jogador incrível. Novamente, por que ele não tinha?

Porque inconscientemente ele não aceitou o que havia feito, foi ensinado a fazer para se tornar um bom tocador de trombetas, não trabalhava mais. Ele funcionou, mas não estava mais funcionando, porque se baseava em uma prática infindável, cansativa e cansativa para um objetivo que nem mesmo seu professor de trompete acreditava ser atingível.

Muitos músicos de performance e atletas de treinamento acreditam que ter um objetivo inatingível é o necessário para ser o melhor em seu esporte ou instrumento.

Tentando alcançar ”são as palavras-chave aqui. Por definição, você nunca pode alcançar uma meta inatingível.

MAS VOCÊ PODE ALCANÇAR UM OBJETIVO ATTAINÁVEL, E SERIA UM ATO EXTREMO DE AUTO-AMORTECEDOR ESTABELECER UM OBJETIVO DE GRANDE EXTRAORDINÁRIA E TOMAR OS passos para alcançá-lo. ALCANCE E CONTINUE COM COMPETÊNCIA OU EXECUÇÃO E VIDA.

Professores e Alunos de Música – Conclusão e Aceitação (Técnica de Alexander, Postura, Dor, Esforço, Lesões) (Albuquerque)

Professores e Alunos de Música – Conclusão e Aceitação (Técnica de Alexander, Postura, Dor, Esforço, Lesões) (Albuquerque)


Este e-livro, Cuidando de si mesmo e de seus alunos: diretrizes da técnica de Alexander para o professor de música, é publicado em formato PDF. É muito detalhado e prático. Isso lhe dará as ferramentas físicas necessárias para diminuir os limites de sua capacidade de ensinar com grande postura, facilidade e conforto.
Este ebook também está à venda em todos os sites da AMAZON em um formato KINDLE.
Localizado em Albuquerque, Novo México, EUA (TERAPIA DE MOVIMENTO)

Recentemente, fiz uma aula por telefone da Alexander Technique com um extraordinário trompete. Ele queria saber o que fazer nos próximos dois meses, em termos do que praticar e quais devem ser seus objetivos. Isso ocorre durante o Coronavírus e ele não está se apresentando no momento.

Eu instantaneamente disse que seu objetivo deveria ser a conclusão de tudo o que estivemos trabalhando neste último ano em nossas aulas de técnica da ALEXANDER.

O que isso significava?

Significa que é hora de ele internalizar uma técnica e a aceitação dessa técnica, poder jogar consistentemente com uma técnica sem esforço e não causar danos ao seu corpo, e usá-la a maior parte do tempo.

Músicos, especialmente, e outros, como golfistas, podem ficar presos em um ciclo de aprimoramento. Isso significa que eles têm um objetivo de quão bom eles querem ser, MAS NÃO ESTÃO DANDO OS PASSOS PARA ALCANÇAR SEU OBJETIVO, E CONTINUAM A REALIZAR OU CONCORRER AO ALCANÇAR UM OBJETIVO CLARO.

Entendo que somos trabalhos em andamento, mas deve haver um ponto em que o músico ou atleta vê o que precisa ser feito. Ele ou ela faz isso e aceita que agora eles são bons o suficiente para si e para o cenário mundial.

É extremamente fácil para o músico praticante ou atleta de treinamento se envolver na busca de uma meta concreta, e não perceber que a luta substituiu a chegada à meta concreta.

O que está acontecendo é que o músico ou atleta geralmente, semiconsciente ou inconscientemente, continua coletando evidências de que não alcançou seu objetivo, porque não pode fazer certas coisas facilmente no esporte ou no instrumento.

Nesse ponto, a insatisfação com o quão bom você é no nível semi-consciente ou inconsciente se torna uma maneira permanente de ser. O que eu quero dizer?

SIGNIFICA QUE O EXEMPLO MUSICAL OU O ATLETA ESTÃO APRENDIDOS COM UMA MELHOR DISSATISFAÇÃO COM SUA MELHORIA, RECOLHENDO EVIDÊNCIAS DE QUE NÃO SÃO BOM.

E ELES DEVEM ESTAR DESAPONTADOS, PORQUE NÃO ESTÃO DANDO OS PASSOS PARA RESOLVER SUAS DEFICIÊNCIAS TÉCNICAS E CONTINUAR COM SUAS CARREIRAS!

Voltando ao início deste ensaio e à minha sessão de Alexander com o trompete, ficou claro que ele sabia o que precisava dominar melhor o trompete do que eu, já que ele é o trompete. Por que ele não tinha?

Ele alcançou um nível de consciência em suas jogadas e técnicas, para que ele pudesse criar as etapas necessárias para deixar de ser um jogador extraordinário para um jogador incrível. Novamente, por que ele não tinha?

Porque inconscientemente ele não aceitou o que havia feito, foi ensinado a fazer para se tornar um bom tocador de trombetas, não trabalhava mais. Ele funcionou, mas não estava mais funcionando, porque se baseava em uma prática infindável, cansativa e cansativa para um objetivo que nem mesmo seu professor de trompete acreditava ser atingível.

Muitos músicos de performance e atletas de treinamento acreditam que ter um objetivo inatingível é o necessário para ser o melhor em seu esporte ou instrumento.

Tentando alcançar ”são as palavras-chave aqui. Por definição, você nunca pode alcançar uma meta inatingível.

MAS VOCÊ PODE ALCANÇAR UM OBJETIVO ATTAINÁVEL, E SERIA UM ATO EXTREMO DE AUTO-AMORTECEDOR ESTABELECER UM OBJETIVO DE GRANDE EXTRAORDINÁRIA E TOMAR OS passos para alcançá-lo. ALCANCE E CONTINUE COM COMPETÊNCIA OU EXECUÇÃO E VIDA.

Artes Marciais – Conclusão e Aceitação (Técnica de Alexander, Postura, Dor, Esforço, Lesões) (Albuquerque)

Artes Marciais – Conclusão e Aceitação (Técnica de Alexander, Postura, Dor, Esforço, Lesões) (Albuquerque)


Este e-livro, Uma abordagem da técnica de Alexander nas artes marciais, é publicado em formato PDF. É muito detalhado e prático e fornecerá as ferramentas físicas necessárias para reduzir os limites de sua capacidade de fazer uma forma de artes marciais com facilidade, poder, equilíbrio e articulações liberadas.
Este ebook também está à venda em todos os sites da AMAZON em um formato KINDLE.
Localizado em Albuquerque, Novo México, EUA (TERAPIA DE MOVIMENTO)

Recentemente, fiz uma aula por telefone da Alexander Technique com um extraordinário trompete. Ele queria saber o que fazer nos próximos dois meses, em termos do que praticar e quais devem ser seus objetivos. Isso ocorre durante o Coronavírus e ele não está se apresentando no momento.

Eu instantaneamente disse que seu objetivo deveria ser a conclusão de tudo o que estivemos trabalhando neste último ano em nossas aulas de técnica da ALEXANDER.

O que isso significava?

Significa que é hora de ele internalizar uma técnica e a aceitação dessa técnica, poder jogar consistentemente com uma técnica sem esforço e não causar danos ao seu corpo, e usá-la a maior parte do tempo.

Músicos, especialmente, e outros, como golfistas, podem ficar presos em um ciclo de aprimoramento. Isso significa que eles têm um objetivo de quão bom eles querem ser, MAS NÃO ESTÃO DANDO OS PASSOS PARA ALCANÇAR SEU OBJETIVO, E CONTINUAM A REALIZAR OU CONCORRER AO ALCANÇAR UM OBJETIVO CLARO.

Entendo que somos trabalhos em andamento, mas deve haver um ponto em que o músico ou atleta vê o que precisa ser feito. Ele ou ela faz isso e aceita que agora eles são bons o suficiente para si e para o cenário mundial.

É extremamente fácil para o músico praticante ou atleta de treinamento se envolver na busca de uma meta concreta, e não perceber que a luta substituiu a chegada à meta concreta.

O que está acontecendo é que o músico ou atleta geralmente, semiconsciente ou inconscientemente, continua coletando evidências de que não alcançou seu objetivo, porque não pode fazer certas coisas facilmente no esporte ou no instrumento.

Nesse ponto, a insatisfação com o quão bom você é no nível semi-consciente ou inconsciente se torna uma maneira permanente de ser. O que eu quero dizer?

SIGNIFICA QUE O EXEMPLO MUSICAL OU O ATLETA ESTÃO APRENDIDOS COM UMA MELHOR DISSATISFAÇÃO COM SUA MELHORIA, RECOLHENDO EVIDÊNCIAS DE QUE NÃO SÃO BOM.

E ELES DEVEM ESTAR DESAPONTADOS, PORQUE NÃO ESTÃO DANDO OS PASSOS PARA RESOLVER SUAS DEFICIÊNCIAS TÉCNICAS E CONTINUAR COM SUAS CARREIRAS!

Voltando ao início deste ensaio e à minha sessão de Alexander com o trompete, ficou claro que ele sabia o que precisava dominar melhor o trompete do que eu, já que ele é o trompete. Por que ele não tinha?

Ele alcançou um nível de consciência em suas jogadas e técnicas, para que ele pudesse criar as etapas necessárias para deixar de ser um jogador extraordinário para um jogador incrível. Novamente, por que ele não tinha?

Porque inconscientemente ele não aceitou o que havia feito, foi ensinado a fazer para se tornar um bom tocador de trombetas, não trabalhava mais. Ele funcionou, mas não estava mais funcionando, porque se baseava em uma prática infindável, cansativa e cansativa para um objetivo que nem mesmo seu professor de trompete acreditava ser atingível.

Muitos músicos de performance e atletas de treinamento acreditam que ter um objetivo inatingível é o necessário para ser o melhor em seu esporte ou instrumento.

Tentando alcançar ”são as palavras-chave aqui. Por definição, você nunca pode alcançar uma meta inatingível.

MAS VOCÊ PODE ALCANÇAR UM OBJETIVO ATTAINÁVEL, E SERIA UM ATO EXTREMO DE AUTO-AMORTECEDOR ESTABELECER UM OBJETIVO DE GRANDE EXTRAORDINÁRIA E TOMAR OS passos para alcançá-lo. ALCANCE E CONTINUE COM COMPETÊNCIA OU EXECUÇÃO E VIDA.

Dirigindo um carro – Conclusão e aceitação (técnica de Alexander, postura, dor, tensão e lesões) (Albuquerque)

Dirigindo um carro – Conclusão e aceitação (técnica de Alexander, postura, dor, tensão e lesões) (Albuquerque)


Este e-livro, Uma abordagem técnica da Alexander para dirigir um automóvel (automóvel), é publicado em formato PDF. É muito detalhado e prático e fornecerá as ferramentas físicas necessárias para reduzir os limites de sua capacidade de criar a técnica de direção desejada sem sacrificar seu corpo.
Este ebook também está à venda em todos os sites da AMAZON em um formato KINDLE.
Localizado em Albuquerque, Novo México, EUA (TERAPIA DE MOVIMENTO)

Recentemente, fiz uma aula por telefone da Alexander Technique com um extraordinário trompete. Ele queria saber o que fazer nos próximos dois meses, em termos do que praticar e quais devem ser seus objetivos. Isso ocorre durante o Coronavírus e ele não está se apresentando no momento.

Eu instantaneamente disse que seu objetivo deveria ser a conclusão de tudo o que estivemos trabalhando neste último ano em nossas aulas de técnica da ALEXANDER.

O que isso significava?

Significa que é hora de ele internalizar uma técnica e a aceitação dessa técnica, poder jogar consistentemente com uma técnica sem esforço e não causar danos ao seu corpo, e usá-la a maior parte do tempo.

Músicos, especialmente, e outros, como golfistas, podem ficar presos em um ciclo de aprimoramento. Isso significa que eles têm um objetivo de quão bom eles querem ser, MAS NÃO ESTÃO DANDO OS PASSOS PARA ALCANÇAR SEU OBJETIVO, E CONTINUAM A REALIZAR OU CONCORRER AO ALCANÇAR UM OBJETIVO CLARO.

Entendo que somos trabalhos em andamento, mas deve haver um ponto em que o músico ou atleta vê o que precisa ser feito. Ele ou ela faz isso e aceita que agora eles são bons o suficiente para si e para o cenário mundial.

É extremamente fácil para o músico praticante ou atleta de treinamento se envolver na busca de uma meta concreta, e não perceber que a luta substituiu a chegada à meta concreta.

O que está acontecendo é que o músico ou atleta geralmente, semiconsciente ou inconscientemente, continua coletando evidências de que não alcançou seu objetivo, porque não pode fazer certas coisas facilmente no esporte ou no instrumento.

Nesse ponto, a insatisfação com o quão bom você é no nível semi-consciente ou inconsciente se torna uma maneira permanente de ser. O que eu quero dizer?

SIGNIFICA QUE O EXEMPLO MUSICAL OU O ATLETA ESTÃO APRENDIDOS COM UMA MELHOR DISSATISFAÇÃO COM SUA MELHORIA, RECOLHENDO EVIDÊNCIAS DE QUE NÃO SÃO BOM.

E ELES DEVEM ESTAR DESAPONTADOS, PORQUE NÃO ESTÃO DANDO OS PASSOS PARA RESOLVER SUAS DEFICIÊNCIAS TÉCNICAS E CONTINUAR COM SUAS CARREIRAS!

Voltando ao início deste ensaio e à minha sessão de Alexander com o trompete, ficou claro que ele sabia o que precisava dominar melhor o trompete do que eu, já que ele é o trompete. Por que ele não tinha?

Ele alcançou um nível de consciência em suas jogadas e técnicas, para que ele pudesse criar as etapas necessárias para deixar de ser um jogador extraordinário para um jogador incrível. Novamente, por que ele não tinha?

Porque inconscientemente ele não aceitou o que havia feito, foi ensinado a fazer para se tornar um bom tocador de trombetas, não trabalhava mais. Ele funcionou, mas não estava mais funcionando, porque se baseava em uma prática infindável, cansativa e cansativa para um objetivo que nem mesmo seu professor de trompete acreditava ser atingível.

Muitos músicos de performance e atletas de treinamento acreditam que ter um objetivo inatingível é o necessário para ser o melhor em seu esporte ou instrumento.

Tentando alcançar ”são as palavras-chave aqui. Por definição, você nunca pode alcançar uma meta inatingível.

MAS VOCÊ PODE ALCANÇAR UM OBJETIVO ATTAINÁVEL, E SERIA UM ATO EXTREMO DE AUTO-AMORTECEDOR ESTABELECER UM OBJETIVO DE GRANDE EXTRAORDINÁRIA E TOMAR OS passos para alcançá-lo. ALCANCE E CONTINUE COM COMPETÊNCIA OU EXECUÇÃO E VIDA.

Massoterapeutas e Rolfers – Conclusão e Aceitação (Técnica de Alexander, Postura, Dor, Esforço, Lesões) (Albuquerque)

Massoterapeutas e Rolfers – Conclusão e Aceitação (Técnica de Alexander, Postura, Dor, Esforço, Lesões) (Albuquerque)


Este e-livro, Uma abordagem técnica da Alexander para massoterapeutas e rolfistas cuidando de si mesmos, é publicado em formato PDF. É muito detalhado e prático. Ele fornecerá as ferramentas físicas necessárias para reduzir os limites de sua capacidade de criar a massagem terapêutica ou a técnica de Rolfing desejada, sem sacrificar seu corpo.
Este ebook também está à venda em todos os sites da AMAZON em um formato KINDLE.
Localizado em Albuquerque, Novo México, EUA (MOVEMENT THERAPY)

Recentemente, fiz uma aula por telefone da Alexander Technique com um extraordinário trompete. Ele estava querendo saber o que fazer nos próximos dois meses, em termos do que praticar e quais deveriam ser seus objetivos. Isso ocorre durante o Coronavírus e ele não está se apresentando no momento.

Eu instantaneamente disse que seu objetivo deveria ser a conclusão de tudo o que estivemos trabalhando neste último ano em nossas aulas de técnica da ALEXANDER.

O que isso significava?

Significa que é hora de ele internalizar uma técnica e a aceitação dessa técnica, poder jogar consistentemente com uma técnica sem esforço e não causar danos ao seu corpo, e usá-la a maior parte do tempo.

Músicos, especialmente, e outros, como golfistas, podem ficar presos em um ciclo de aprimoramento. Isso significa que eles têm um objetivo de quão bom eles querem ser, MAS NÃO ESTÃO DANDO OS PASSOS PARA ALCANÇAR SEU OBJETIVO, E CONTINUAM A EXECUTAR OU CONCORRER AO ALCANÇAR UM OBJETIVO CLARO.

Entendo que somos trabalhos em andamento, mas deve haver um ponto em que o músico ou atleta vê o que precisa ser feito. Ele ou ela faz isso e aceita que agora eles são bons o suficiente para si e para o cenário mundial.

É extremamente fácil para o músico praticante ou atleta de treinamento se envolver na busca de uma meta concreta, e não perceber que a luta substituiu a chegada à meta concreta.

O que está acontecendo é que o músico ou atleta geralmente, semiconsciente ou inconscientemente, continua coletando evidências de que não alcançou seu objetivo, porque não pode fazer certas coisas facilmente no esporte ou no instrumento.

Nesse ponto, a insatisfação com o quão bom você é no nível semi-consciente ou inconsciente se torna uma maneira permanente de ser. O que eu quero dizer?

SIGNIFICA QUE O PERFORMANCE MUSICAL OU O ATLETA ESTÃO ENCONTRADOS EM UM LOOP INFINITO DE DISSATISFAÇÃO COM SUA MELHORIA, RECOLHENDO EVIDÊNCIAS QUE NÃO SÃO BOM SUCESSOS.

E ELES DEVEM ESTAR DESAPONTADOS, PORQUE NÃO ESTÃO DANDO OS PASSOS PARA RESOLVER SUAS DEFICIÊNCIAS TÉCNICAS E CONTINUAR COM SUAS CARREIRAS!

Voltando ao início deste ensaio e à minha sessão de Alexander com o trompete, ficou claro que ele sabia o que precisava dominar melhor o trompete do que eu, já que ele é o trompete. Por que ele não tinha?

Ele alcançou um nível de consciência em suas jogadas e técnicas, para que ele pudesse criar as etapas necessárias para deixar de ser um jogador extraordinário para um jogador incrível. Novamente, por que ele não tinha?

PORQUE Inconscientemente, ele não havia aceitado o que havia feito, foi ensinado a se tornar um bom tocador de trombeta, que não trabalhava mais. Funcionou, mas não estava mais funcionando, porque se baseava em uma prática infindável, cansativa e cansativa para uma meta que nem o professor de trompete dele acreditava ser atingível.

Muitos músicos performáticos e atletas de treinamento acreditam que ter um objetivo inatingível é o necessário para ser o melhor em seu esporte ou instrumento.

Tentando alcançar ”são as palavras-chave aqui. Por definição, você nunca pode alcançar uma meta inatingível.

MAS VOCÊ PODE ALCANÇAR UM OBJETIVO ATTAINÁVEL, E SERIA UM ATO EXTREMO DE AUTO-AMORTECEDOR ESTABELECER UM OBJETIVO DE GRANDE EXTRAORDINÁRIA E TOMAR AS MEDIDAS PARA ALCANÇÁ-LO. ALCANCE E CONTINUE COMPETINDO OU EXECUTANDO E VIVENDO.

Andar de bicicleta – conclusão e aceitação (técnica de Alexander, postura, dor, tensão e lesões) (Albuquerque)

Andar de bicicleta – conclusão e aceitação (técnica de Alexander, postura, dor, tensão e lesões) (Albuquerque)


Este e-livro, Uma abordagem técnica da Alexander para andar de bicicleta, é publicado em formato PDF. Ele entra em detalhes extraordinários sobre como andar de bicicleta sem pagar um preço físico, usando uma técnica de pilotagem eficiente.
Este ebook também está à venda em todos os sites da AMAZON em um formato KINDLE.
Localizado em Albuquerque, Novo México, EUA (TERAPIA DE MOVIMENTO)

Recentemente, fiz uma aula por telefone da Alexander Technique com um extraordinário tocador de trompete. Ele queria saber o que fazer nos próximos dois meses, em termos do que praticar e quais devem ser seus objetivos. Isso ocorre durante o Coronavírus e ele não está se apresentando no momento.

Eu instantaneamente disse que seu objetivo deveria ser a conclusão de tudo o que estivemos trabalhando neste último ano em nossas aulas de técnica da ALEXANDER.

O que isso significava?

Significa que é hora de ele internalizar uma técnica e aceitação dessa técnica, poder jogar consistentemente com uma técnica sem esforço e não causar danos ao seu corpo, e usá-la a maior parte do tempo.

Músicos, especialmente, e outros, como golfistas, podem ficar presos em um ciclo de aprimoramento. Isso significa que eles têm uma meta de quão bom eles querem ser, MAS NÃO ESTÃO DANDO OS PASSOS PARA ALCANÇAR SEU OBJETIVO, E CONTINUAM A EXECUTAR OU COMPETAR ALCANÇAR UM OBJETIVO CLARO.

Entendo que somos trabalhos em andamento, mas deve haver um ponto em que o músico ou atleta vê o que precisa ser feito. Ele ou ela faz isso e aceita que agora eles são bons o suficiente para si e para o cenário mundial.

É extremamente fácil para o músico praticante ou atleta de treinamento ser pego na busca de uma meta concreta e não perceber que a luta substituiu a chegada à meta concreta.

O que está acontecendo é que o músico ou atleta geralmente, semiconsciente ou inconscientemente, continua coletando evidências de que não alcançou seu objetivo, porque não pode fazer certas coisas facilmente no esporte ou no instrumento.

Nesse ponto, a insatisfação com o quão bom você é no nível semi-consciente ou inconsciente se torna uma maneira permanente de ser. O que eu quero dizer?

SIGNIFICA QUE O PERFORMANCE MUSICAL OU O ATLETA ESTÃO ENCONTRADOS EM UM LOOP INFINITO DE DISSATISFAÇÃO COM SUA MELHORIA, RECOLHENDO EVIDÊNCIAS QUE NÃO SÃO BOM.

E ELES DEVEM ESTAR DESAPONTADOS, PORQUE NÃO ESTÃO DANDO OS PASSOS PARA RESOLVER SUAS DEFICIÊNCIAS TÉCNICAS E CONTINUAR COM SUAS CARREIRAS!

Voltando ao início deste ensaio e à minha sessão de Alexander com o trompete, ficou claro que ele sabia o que precisava dominar melhor o trompete do que eu, já que ele é o trompete. Por que ele não tinha?

Ele alcançou um nível de consciência em suas jogadas e técnicas, para que ele pudesse criar as etapas necessárias para deixar de ser um jogador extraordinário para um jogador incrível. Novamente, por que ele não tinha?

PORQUE Inconscientemente, ele não havia aceitado o que havia feito, foi ensinado a se tornar um bom tocador de trombeta, que não trabalhava mais. Funcionou, mas não estava mais funcionando, porque se baseava em uma prática infindável, cansativa e cansativa para uma meta que nem o professor de trompete dele acreditava ser atingível.

Muitos músicos de performance e atletas de treinamento acreditam que ter um objetivo inatingível é o necessário para ser o melhor em seu esporte ou instrumento.

Tentando alcançar ”são as palavras-chave aqui. Por definição, você nunca pode alcançar uma meta inatingível.

MAS VOCÊ PODE ALCANÇAR UM OBJETIVO ATTAINÁVEL, E SERIA UM ATO EXTREMO DE AUTO-AMORTECEDOR PARA ESTABELECER UM OBJETIVO DE GRANDE EXTRAORDINÁRIA E TOMAR OS passos para alcançá-lo. ALCANCE E CONTINUE COMPETINDO OU EXECUTANDO E VIVENDO.