A saúde do coração e do cérebro está conectada, mas o que influencia as duas coisas?

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


Estudos demonstraram que existe uma ligação entre saúde cardiovascular e saúde cerebral, mas não está claro se fatores genéticos ou ambientais são mais importantes na determinação de ambos. Um novo estudo em gêmeos sugere que a nutrição, em vez da natureza, pode ser decisiva.

homem sênior, olhando fotosCompartilhar no Pinterest
Nutrir pode ser mais importante do que fatores genéticos na determinação dos resultados de saúde do coração e do cérebro.

Evidências de diferentes estudos sugeriram que existe uma forte ligação entre a saúde cardiovascular e a saúde do cérebro.

Os pesquisadores explicaram que problemas de saúde cardiovascular podem, com a idade, contribuir para os mecanismos de demência, afetando a função cognitiva.

Mas o que predispõe uma pessoa a pior – ou melhor – saúde cardiovascular e cerebral? Até agora, os cientistas foram incapazes de responder a essa pergunta com algum grau de certeza.

De um modo geral, existem dois tipos de fatores que podem influenciar aspectos da saúde do coração e do cérebro a longo prazo. Esses são fatores genéticos (não modificáveis) e ambientais (modificáveis), uma conjuntura à qual as pessoas às vezes se referem como o enigma “natureza versus criação”.

Para tentar determinar se genes ou fatores ambientais desempenham um papel mais importante nos resultados de saúde a longo prazo para o coração e o cérebro, pesquisadores da Universidade Emory, em Atlanta, GA, decidiram estudar uma coorte capaz de fornecer respostas mais sólidas: pares de gêmeos.

Gêmeos idênticos (monozigóticos) têm o mesmo perfil genético, enquanto gêmeos fraternos (dizigóticos) compartilham cerca de 50% de seus genes. Como resultado, pares de gêmeos podem permitir que os pesquisadores comparem os efeitos da natureza com os de criação de maneira mais eficaz do que outras populações.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Nutrir pode contar mais do que a natureza

No presente estudo – cujos resultados aparecem no Jornal da doença de Alzheimer – os pesquisadores analisaram os dados de 272 pares masculinos de gêmeos monozigóticos e dizigóticos, que eles puderam acessar através do Registro de Gêmeos da Era do Vietnã. Todos os participantes estavam livres de doenças cardiovasculares e demência no início do estudo.

Leia Também  A meditação de dois minutos que qualquer um pode fazer

Mais especificamente, os pesquisadores analisaram a relação entre a saúde cardiovascular – que eles determinaram com a pontuação de açúcar no sangue e colesterol, pressão arterial, índice de massa corporal (IMC), atividade física, dieta e tabagismo – e desempenho cognitivo.

“Nosso estudo em toda a amostra de gêmeos confirmou que melhor [cardiovascular health] está associado a uma melhor saúde cognitiva em vários domínios “, observa o autor sênior Dr. Viola Vaccarino, Ph.D.

“As análises sugeriram ainda que fatores familiares compartilhados pelos gêmeos explicam grande parte da associação e, portanto, podem ser importantes para a saúde cardiovascular e cerebral”, acrescenta ela.

De acordo com os resultados do estudo, a associação entre a saúde do coração e do cérebro foi semelhante entre todos os pares de gêmeos, independentemente de serem idênticos ou fraternos.

Os pesquisadores acreditam que alguns dos fatores modificáveis ​​que contribuem para uma predisposição para determinados resultados da saúde do coração e do cérebro incluem fatores relacionados à vida familiar precoce, bem como ao status socioeconômico e à educação.

“Melhorando o nível da população [cardiovascular health] as pontuações, que são extremamente baixas nos Estados Unidos, têm o potencial de reduzir a carga de demência junto com doenças cardíacas “, observa o co-autor Dr. Ambar Kulshreshtha, Ph.D.

Porque [cardiovascular health] Como os fatores são modificáveis, a prevenção de fatores de risco cardiovascular e a promoção de um estilo de vida saudável a partir do início da vida devem alcançar os melhores resultados para promover não apenas a saúde cardiovascular, mas também a saúde cognitiva “.

Dr. Ambar Kulshreshtha, Ph.D.

Os resultados, acrescentam os pesquisadores, são relevantes no contexto do Objetivo de Impacto Estratégico da American Heart Association para 2020. Esse objetivo é uma melhoria de 20% na saúde cardiovascular e uma redução de 20% nas mortes por doenças cardiovasculares e derrames nos EUA, ambos no próximo ano.

Leia Também  Atuação (Atores) - O fim do equilíbrio (Técnica de Alexander, Postura, Dor, Esforço, Lesões) (Albuquerque)

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *